Tecnologias

Weblink Tecnologias Sociais de Agroecologia e Turismo Rural Sustentável

Weblink Tecnologia Social de Aproveitamento de Água da Chuva - Cisterna Convencional

Essa tecnologia foi desenvolvida para captar e armazenar a água da chuva, podendo assim ser posteriormente utilizada para limpeza de casas e calçadas, rega de plantas e hortas, em descargas de banheiros e outros fins menos nobres.

A água é coletada por meio de calhas acopladas aos telhados de uma edificação e depois direcionada através de canalização até um reservatório, passando antes por um filtro de sólidos, para a retirada do material grosseiro, e por um sistema de descarte da primeira água, pois a mesma faz a limpeza da atmosfera e dos telhados.

Para saber mais, acesse a cartilha dessa tecnologia no link da mesma.

Weblink Tecnologia Social de Aproveitamento de Água da Chuva - Cisterna Subterrânea Contendo Areia

Trata-se de um sistema de coleta, armazenamento e tratamento da água da chuva. Essa tecnologia tem por finalidade oferecer água de qualidade que, com apenas um tratamento final de desinfecção, possa ser consumida para beber.

Ela conta com um esquema tradicional de coleta da água da chuva por meio de calhas acopladas ao telhado de uma edificação e depois, passando antes por um pré-filtro para a retirada de materiais grosseiros, segue até a cisterna, que nada mais é que uma escavação impermeabilizada e repleta de areia. Ao passar por essa cisterna contendo areia, a água é filtrada e sofre a ação biológica dos organismos que irão se fixar nos grãos de areia, sendo eles competidores de organismos patogênicos que possam estar na água.

Além disso, por estar enterrado, esse sistema protege a água das adversidades climáticas e vetores. Por ser coberta por areia, o espaço superficial ocupado pelo reservatório pode ser utilizado para outra finalidade, de modo que o aproveitamento do terreno seja maximizado.

Weblink Tecnologia Social de Recuperação de Mata Ciliar

Weblink Tecnologias Sociais de Sustentabilidade na Suinocultura

Weblink Tecnologia Social de Tratamento de Água com Filtro Lentro

Trata-se de uma tecnologia que se objetiva a purificar águas de baixa turbidez, a partir da passagem da água bruta por uma camada de material poroso (geralmente areia), filtrando a água e permitindo o tratamento biológico a partir do biofilme formado.

Conforme a água vai sendo filtrada, as impurezas que se prendem aos grãos de areia vão obstruindo os vazios e impedindo a passagem da água, deixando o filtro comaltado. Para limpa-lo, um fluxo de água no sentido contrário ao da filtração é aplicado ao meio filtrante. Nesse sistema, quando o filtro está comaltado e a água já não consegue passar pelo meio filtrante, ela enche um reservatório acoplado, que ao ficar cheio, aciona uma alavanca que faz com que o fluxo contrário comece a ser lançado, desobstruindo a camada filtrante. Por isso esse sistema é considerado retrolavável.

Weblink Tecnologia Social de Tratamento de Efluentes com Zona de Raízes

FAPEU Epagri Embrapa Universidade Federal de Santa Catarina Petrobras Governo Federal